top of page
  • Foto do escritorHellen Albuquerque

Vida em deslocamento: A macro tendência de comportamento que pede por novos significados

Contamos o tempo em horas, minutos, segundos. Mas também em milhas de avião. Quilômetros no trânsito. Nos bytes de download. Estamos sempre em conexão e informados sobre o mundo. Viajamos pelo celular e pelos instagrans amigos. Com tanta movimentação mental, nosso corpo fica inquieto. É uma ironia mantê-lo parado. Para viajar, basta existir.

Ou assim dizia Fernando Pessoa.

Editorial Vida em Deslocamento, fotografado em Curitiba


Viajamos por palavras ou no silêncio antes de dormir. Bom mesmo é vez ou outra nos escambarmos para o verdadeiro deslocamento. É preciso sair do lugar!

Mesmo que a viagem não seja interurbana, de longa distância, existem nossas utopias diárias. Uma busca pelos paraísos no cotidiano. Seja a pausa para o café em um cenário de praça, sentar embaixo de uma árvore, virar a mesa do escritório para a janela. Ou os pores dos sóis alaranjados, que só cidades indecisas com o próprio tempo são capazes de proporcionar.


São as micro aventuras, coisas diárias que ganham outro significado se as olhamos com atenção. E não precisa dividir nas redes – além das que existem fisicamente. Pode-se fazer o convite para as novas descobertas a quem estiver por perto, e deixar pros outros descobrirem seus próprios resultados. Pra que oferecer a experiência de uma lua disforme fixada em tela se existem as janelas?


Faça o convite. Deixe que outro viva seu próprio deslocamento. Nossa busca pelos cantos é também de inspiração: diferentes interesses, climas, tipos de lugar…não precisa de datas e destinos já definidos. Às vezes a ideia é suficiente.


As fotos

Para criar um cenário divertido em dias comuns, a Citrus Produções Divertidas tomou o rumo ao lado do Indumentária.info. A produção executiva foi feita por mim, com fotografia de Henrique Molina, e produção de moda por Débora Fagundes. A maquiagem foi feita por Geiza Fernandes (EMP -Escola de maquiagem), e dividi a cena com os modelos Kauana Trojahn e Marco Sales da Ink Models n’ Arts. Nosso cenário foi florido pela Esalflores Curitiba. Um agradecimento especial à Marco Rebuli, Criador do KCC, que nos cedeu sua Kombi. As marcas e lojas que contaram a história em tecidos foram Perseke, Hype Brasil, Álbum, YUF, Novo Louvre, W. Ritzdorf, Never Stop Dreaming, Lenha e Gasp.


0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

コメント


bottom of page