top of page

Produção de moda para Gazeta do Povo

Indumentária é unir significados a tudo que ocupa nosso corpo. Sejam acessórios, sapatilhas, tutus ou jaquetas jeans. E é assim que trabalho com produção de moda.

À convite da Gazeta do Povo, produzi um editorial inspirado no ballet. Pensando em como as peças poderiam sair dos palcos e ocupar nosso cotidiano, trouxemos a leveza e delicadeza das bailarinas para uma noite de festa, um passeio casual, um coquetel ou na saída para a academia.

Comecei minhas pesquisas de referências pelas peças do ballet de repertório, como Giselle, Copélia e Quebra Nozes. Para nortear a beleza e orientar a equipe usei como base os estudos do artigo “Moda e ballet clássico: um estudo sobre figurinos” – quem disse que o povo de moda não lê?!

Contamos com as lindíssimas bailarinas da Escola do Teatro Guaíra para posarem como modelos, e a locação foi o próprio espaço cultural. A beleza foi feita pelo Jojo e os cabelos pelo Expert Beauty Center. As fotos são de Fernando Zequinão, e a jornalista responsável foi a Kátia Michele. E tive assistência de produção da querida Larissa Cidral (obrigada, bonita!).

Seguimos para as fotos!

O de moda festa usei as referências da saia de Tutu Romântico, que ficou marcado pela bailarina Marie Taglioni. Acompanhado de um corpete justo chegava até os tornozelos.

As cores em todas as composições seguem uma paleta pastel, com tonalidades rosadas e terroras. Essa escolha se dá pela sensação de feminilidade e delicadeza que o ballet transpõe, a proposta é reproduzir tais sensações em nosso cotidiano.

Para uma situação casual, trazemos o coque alto da bailarina como contraponto a uma jaqueta jeans de lavagem clara e despojada, que junto a um vestido delicado e aos oxfords dourados, um sapato típico do guarda roupas masculino, cria um contraste descolado e jovem. O vestido tem a cintura baixa e babados, uma referência aos anos 1920 e a busca por uma moda agênero.

Na proposta de coquetel, busquei elegância em tons suaves. A capa branca lembra as vestimentas dos bailarinos no ballet de repertório, com um tecido estruturado, mas ainda assim fluído, permitindo movimento. A saia com estampa geométrica segue as tendências atuais, em uma modelagem que dá forma ao corpo. Ali, ainda encontramos alguns babados, ligados ao período renascentista em que o ballet surgiu.

Para o esportivo, imaginei uma bailarina saindo do seu ensaio. Hot pants e moletom, para se manter aquecida e livre para dançar. Colocamos meias que lembram polainas e tênis. Os tons mais escuros fazem referência ao bordô e roxo que eram usados no clássico, e que se caracterizam como as cores da realeza. Uma brincadeira da situação relaxada com cores sisudas.

O Indumentária além de portal de notícias, é uma agência. E presta serviços de comunicação e produção de moda para marcas e estilistas. Conheça o que amamos fazer aqui!

A matéria pode ser conferida no link.


0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page