top of page
  • Foto do escritorHellen Albuquerque

5 séries com protagonistas mulheres para você assistir já

Quem não acompanha pelo menos uma série hoje em dia? Mas pode ser que sua série favorita tenha terminado, ou você esteja esperando pela próxima temporada, e você esteja procurando por algo novo para assistir. Reuni aqui algumas sugestões que já apareceram no grupo do Facebook do Elas por Elas, de 5 séries com protagonistas mulheres.

Orphan Black

Se você ainda não assistiu Orphan Black, já deve ter ouvido falar, nem que tenha sido por Tatiana Maslany finalmente ganhar um Emmy de melhor atriz em série dramática – já que ela interpreta 287 personagens diferentes. Ok, não são tantas assim, mas a série conta com várias clones, com aparências, sotaques e personalidades diferentes.

São muitas protagonistas mulheres, e a sororidade entre elas é um tema bem central. É uma série de ficção científica (afinal, são clones!), mas tem um toque policial, um pouco de romance, um pouco de violência, e um senso de humor que foge de piadas óbvias. Ah, e dá pra ver as quatro primeiras temporadas na Netflix.

Jessica Jones

Jessica Jones é uma personagem da Marvel, mas mesmo que você não seja fã de histórias de super-heróis, pode gostar da série. A protagonista, interpretada por Krysten Ritter, sofre de Transtorno de Estresse Pós-Traumático, e decidiu não agir mais como vigilante. Ela se tornou uma detetive particular, e tenta fazer com que seus superpoderes passem despercebidos.

A série aborda questões sobre abuso e cultura de estupro, temas bem relevantes e que deveriam ser discutidos mais abertamente.

Orange is the new black

A série é baseada no livro de mesmo nome, e acompanha Piper Chapman após a sua entrada na prisão. De classe média-alta, loira e de olhos azuis, ela vai parar atrás das grades graças a um crime cometido há muito tempo, envolvendo tráfico de drogas. No ambiente do presídio feminino, Piper conhece todos os tipos de mulheres, envolvidas numa infinidade de crimes diferentes.

Particularmente, não gostei muito da última temporada, mas achei as anteriores bem interessantes, principalmente quando abordavam o passado das personagens, humanizando as mulheres que estão no presídio para além do estereótipo de “criminosa”.

Grace & Frankie

A série é estrelada pelas veteranas Jane Fonda e Lily Tomlin, respectivamente Grace e Frankie, cujas vidas mudam radicalmente após seus maridos revelaram que estão apaixonados um pelo outro, e pretendem se casar. Detalhe: isso depois de 40 anos de matrimônio.

O interessante da série é abordar assuntos que não são muito usuais. Protagonistas com mais de 70 são bem incomuns. Falar sobre homossexualidade na terceira idade também. Além disso, Grace & Frankie quilibra o drama e a comédia, e as protagonistas são mulheres fortes e independentes (e com personalidades bem diferentes).

How to get away with murder

A história é centrada em Annalise Keating, interpretada pela maravilhosa Viola Davis, uma advogada e professora de defesa criminal. Ela seleciona cinco de seus melhores alunos para trabalharem em seu escritório de advocacia, mas todos acabam envolvidos em uma trama de assassinatos que promete mudar suas vidas.

Lembrando que a série é produzida pela Shonda Rhimes, criadora de Scandal e Grey’s Anatomy, outras séries com protagonistas femininas, que ficam aí como sugestões bônus para serem assistidas.

Texto e edição da coluna: Andrea Mayumi

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page